Conteúdo

Porque seu site e-commerce não está vendendo como deveria?

Veja nossa lista de dicas mais importantes para quem quer vender mais pela internet. Com estas informações você poderá tomar ações para tornar seu site ou loja virtual irresistível para seus clientes.

Comprar qualquer coisa na internet é mais fácil do que nunca: apenas conecte-se com o site de sua loja preferida e faça o pedido com alguns cliques. É difícil até imaginar que apenas 10 anos atrás, as lojas físicas era o único local possível para fazermos compras.

Atualmente, mais e mais vendedores querem alcançar seus clientes de modo online, torando o ambiente da internet um grande emaranhado de informações, produtos e promoções.

A popularidade da internet e da compra através de meios online estão criando uma tendência sem volta. Listamos aqui algumas informações e dados importantes sobre a cultura e hábitos de compra pela internet.

 

Dados relevantes para o bom planejamento do seu e-commerce

  • Se a página do site demora mais que 5 segundos para carregar, as chances de perder o cliente aumentam em 90%;
  • A faixa de idade entre 20 e 24 anos é a que irá mostrar maior crescimento em compras online;
  • Geração Z (18 a 21 anos) passam o dobro ou até o triplo do tempo em compras nas redes sociais do que a média dos consumidores (Instagram e Snapchat).

Para o comprador, o mais importante é confiar. De acordo com pesquisas, os principais motivos para não comprar online são:

  • prefere comprar pessoalmente, gosta de ver um produto, lealdade às lojas ou força de hábitos;
  • segurança de pagamento ou preocupações com a privacidade;
  • preocupações sobre a política de devolução, preocupações de conformidade / reparação;
  • entrega de mercadorias é um problema.

 

Expectativas dos consumidores

Entrega

  • Normalmente um prazo de entrega entre 3 a 5 dias do dia da compra, é considerado aceitável;
  • Em áreas menos populosas, os consumidores estão acostumados a esperar alguns dias a mais;
  • A possibilidade de pagar por entrega mais rápida está se tornando cada vez mais comum;
  • Trocar a hora da entrega começa a ser mais importante para os consumidores ao comprar online.

 

Informações claras

  • Usuários tendem a comprar com mais confiança se o site apresenta informações sobre uso e funcionamento do produto;
  • 46% dos consumidores gostam de comparações entre produtos;
  • 42% querem ver mais depoimentos de clientes em sites de e-commerce;
  • 69% querem mais reviews de produtos em lojas virtais;
  • 77% dos usuários leem reviews de produtos (como funciona e características) antes de comprar online.

 

Processo de compra

  • Botão de adicionar ao carrinho em destaque no site aumenta a conversão de usuários;
  • Processos de compra em 1 etapa;
  • Manter os produtos no carrinho para que possa finalizar depois;
  • A média de abandono de carrinho é de 70% -pessoas que demonstram clara intenção de compra mas não finalizam a compra
  • Mantenha o processo de compra simples e curto, e assim aumentará as vendas.

 

Preços e pagamentos

  • 41% dos consumidores desistem da compra por causa de custos ou taxas adicionais “escondidos”;
  • Ao invés de baixar preços, correndo risco de perder credibilidade do seu produto, equipare preços com a concorrência e distribua cupons de desconto;
  • Diversas formas de pagamento estão disponíveis para uso em lojas virtuais, cada uma com sua característica e benefícios. Escolha a que melhor se enquadra e agrada seu público alvo.

 

Comunicação

  • Algumas pessoas acham importante ter um canal de comunicação disponível para falar com uma pessoa de verdade para tirar dúvidas;
  • Uso de chatbots está se tornando uma ferramenta cada vez mais utilizada para atendimento automático de perguntas mais frequentes.

 

Personalização

  • Personalização é a prática de criar uma experiência pessoal para cada consumidor;
  • 75% dos consumidores tendem a comprar de lojas que os reconhece pelo nome e recomenda produtos com base em seus pedidos anteriores;
  • Após implementar personalização, 93% das empresas verifica aumento de conversão das vendas;
  • 75% dos usuários prefere comprar produtos em seu idioma nativo;
  • 92,2% prefere comprar em sua moeda local.

 

Redes Sociais

  • 87% dos compradores de comércio eletrônico acreditam que a mídia social os ajuda a tomar uma decisão de compra;
  • 1 em cada 4 empresários de comércio eletrônico está vendendo pelo Facebook;
  • 40% dos comerciantes usam mídias sociais para gerar uma venda;
  • 30% dos consumidores dizem que comprariam diretamente através de plataformas de mídia social;
  • Não é preciso estar em todas as redes sociais – escolha aquelas onde seus clientes estão.

 

MELHORES INDÚSTRIAS PARA O FACEBOOK:

  • Roupas e vestuário;
  • Bens de consumo embalados;
  • Produtos para presente;
  • Mobília doméstica;
  • Produtos de beleza;
  • Empresas de fitness.

 

MELHORES INDÚSTRIAS PARA O PINTEREST:

  • Home Decor ou Reformas;
  • Jardinagem ou paisagismo;
  • Roupas;
  • Maquiagem;
  • Artes e Ofícios;
  • Viagem;
  • Comida e bebida;
  • Saúde e auto-aperfeiçoamento.

 

MELHORES INDÚSTRIAS PARA SNAPCHAT:

  • Lojas de roupas de varejo;
  • Restaurantes;
  • Eventos;
  • Aparelhos de tecnologia;
  • Empresas de viagens.

 

Diferença entre B2C e B2B

Sites B2C são e-commerces que vendem diretamente para o consumidor final, como por exemplo Nike e Casas Bahia. Já os B2B vendem para outras empresas, que usarão estes insumos para fabricar seus produtos.

  • Comprando impulsivamente X comprando racionalmente – os compradores da B2C compram por impulso e fazem compras pontuais, os compradores B2B planejam compras e fazem compras recorrentes;
  • Único tomador de decisão X vários tomadores de decisão – as compras de B2C são decididas pelo comprador, as compras de B2B geralmente envolvem várias camadas de aprovação e podem envolver departamentos diferentes;
  • Relacionamento com o cliente a curto prazo X Relacionamento com o cliente a longo prazo – as compras B2C são geralmente compras únicas, as compras B2B são baseadas em relacionamentos de longo prazo e contínuos;
  • Conjunto, preços fixos X preços diversos – os preços B2C geralmente não são negociáveis. Os preços B2B geralmente são negociados individualmente para cada cliente;
  • Pagamento antes da entrega X Pagamento pós-entrega – O B2C e-Commerce geralmente é pago por cartão de crédito, cartão de débito ou PayPal antes que as mercadorias sejam enviadas no pagamento B2B, geralmente em termos e talvez 30 ou mais dias após o envio das mercadorias;
  • Entregas focadas na velocidade X Entradas focadas na pontualidade – os compradores do B2C procuram velocidade de entrega e os compradores B2B desejam entregas em um cronograma confiável.

 

Funcionalidades importantes para lojas B2B

  • Permita que os clientes comprem, acompanhem e reordenem rapidamente;
  • Crie catálogos de preços personalizados para clientes ou grupos individuais;
  • Ative listas de preços fixos, porcentagem de desconto ou descontos baseados em volume;
  • Defina o mínimo, o máximo por produto;
  • Permitir aprovações de compra em vários níveis + níveis de autoridade do usuário;
  • Sincronize inventário, pedidos e clientes automaticamente com seu administrador existente;
  • Forneça uma experiência no site B2C para um cliente B2B (é necessário fazer login).

 

Compras pelo celular

  • Até 2021, espera-se que as vendas de comércio eletrônico móvel representem 54% do total das vendas de comércio eletrônico;
  • 79% dos usuários de smartphones fizeram uma compra on-line usando seu dispositivo móvel nos últimos 6 meses;
  • Quase 40% de todas as compras de comércio eletrônico durante as férias de 2018 foram feitas em um smartphone;
  • 80% dos compradores usaram um telefone celular dentro de uma loja física para pesquisar opiniões de produtos, comparar preços ou encontrar locais alternativos de lojas;
  • Criar sites responsivos para dispositivos móveis de alta velocidade deve se tornar uma norma se você deseja aumentar a receita;
  • De acordo com a pesquisa recente do Google, a chance de um cliente sair de um site aumenta consideravelmente quanto mais tempo o site leva para carregar em um dispositivo móvel;
  • A interface do usuário do seu site deve ser rápida, fluida e simples;
  • Site mobile é acessível a todos os dispositivos. Não há problema de compatibilidade aqui. E isso dará à sua empresa de comércio eletrônico uma compreensão mais ampla entre seus clientes. Eles não precisam baixar nada, apenas uma boa conexão à Internet;
  • Com relação custo-benefício, o desenvolvimento da web móvel requer menos despesas e esforços, dando-lhe mais tempo para se concentrar em outros assuntos importantes do seu negócio de comércio eletrônico;
  • Criar uma plataforma de site para o seu negócio de comércio eletrônico permitirá formular estratégias de SEO que podem aumentar significativamente o seu tráfego, o que é atualmente considerado como a melhor maneira de promover uma marca;
  • 62% dos compradores dizem que visitam um site para celular diretamente, contra 21% que dizem usar o aplicativo de um varejista na loja;
  • A maioria dos varejistas subutiliza sua oportunidade de vender através de um site de comércio eletrônico responsivo.

 

 

Qual produto vender pela internet?

  • O produto não deve ser frágil e deve fácil de transportar;
  • O produto não deve ocupar muito espaço físico;
  • O produto deve ser atemporal: Evite produtos sazonais;
  • Venda de produtos que custam de R$ 15 a 200 – Esse é a melhor faixa para preços de compras on-line.

 

Conclusão

  • Novas gerações de jovens consumidores estão entrando no mercado, seus requisitos de compras, medos e desejos são significativamente diferentes daqueles que os compradores mais velhos têm. Eles estão mais familiarizados com as inovações tecnológicas e confiam mais nas compras online. Mas eles são menos pacientes e têm maiores expectativas em relação à qualidade do serviço.
  • Para satisfazer as crescentes necessidades dos compradores on-line modernos, novos métodos e ferramentas estão se espalhando no setor de comércio eletrônico. É óbvio que a maioria das empresas de comércio eletrônico tenta propor a política de devolução mais flexível, diversificar as opções de entrega e os métodos de pagamento para aumentar sua taxa de conversão. Mas, na verdade, uma tendência revolucionária está usando a Inteligência Artificial (IA) que ajuda a concluir tarefas por computador, em vez de envolvimento humano. Não só pode melhorar o atendimento ao cliente, mas também prever as necessidades de futuros clientes. As ferramentas de IA incluem personalização, aprendizado de máquina e mineração de dados. E uma ferramenta como o chatbot já se tornou uma característica essencial da maioria das lojas online.
  • Para expandir seus negócios de comércio eletrônico como comerciante on-line, você precisa se disponibilizar em todos os canais que seus compradores usam. A importância de vender através de diferentes canais, como mídias sociais e mercados (comércio eletrônico multicanal), está crescendo.
  • Compras através de dispositivos móveis estão se tornando uma parte importante do mercado. Essa tendência não pode ser ignorada e é por isso que quase todas as empresas de comércio eletrônico desenvolvem sites ou aplicativos para dispositivos móveis para satisfazer clientes em potencial.
  • Ao escolher qual produto ou serviço vender, você deve considerar a saturação do mercado e se há espaço para expandir ainda mais. As estatísticas mostram que algumas categorias de produtos de tecnologia, moda, beleza e produtos de autocuidado, itens em segunda mão e livros são as principais categorias vendidas on-line. Outra tendência proeminente nessa área é o aumento do comércio eletrônico de caixas de assinatura.

 

 

Compilado de https://medium.com/techshamim/e-commerce-business-market-trends-2020-f5429ac6d29e

Precisa de um site para alavancar o seu negócio?

Obrigado por assinar nosso informativo

Seu site está perdendo clientes?

Receba dicas e artigos para melhorar o desempenho do seu site.

Seu site está perdendo clientes?

Receba dicas e artigos para melhorar o desempenho do seu site.

Associado da ACPA, seja bem-vindo.
Aproveite os descontos exclusivos pra você!

Como Associados da ACPA, estamos dando 20% de desconto na criação de sites, lojas virtuais e Chatbots para demais associados. Entre em contato conosco para conversamos.

Envie seus dados que entraremos em contato.