Conteúdo

Como nunca mais ficar sem ideias de conteúdo de blog

Quanto tempo você gasta olhando para o nada, tentando criar um tópico interessante para o seu próximo artigo no blog?

Se você é como a maioria das pessoas que tem blog, a resposta é muita. Algumas pessoas costumam perder horas tentando encontrar algo, qualquer coisa, para conversar. Isso não é a melhor maneira de investir o tempo de um empreendedor, não é?

Mas depois de muita pesquisa sobre criação de conteúdo, compilamos um processo para gerar ótimas idéias de conteúdo de blog e manter elas fluindo constantemente. Esse sistema muda o jogo. Em vez de se esforçar para apresentar o próximo tópico do blog, você sempre terá uma ideia que adora.

Aqui está como isso funciona.

 

Tudo começa com uma lista de pendências

O truque para gerar um grande volume de conteúdo é nunca começar do zero.

Na “Lista de pendências” listamos todas as ideias de conteúdo que você deseja escrever no futuro.

Mas espere! Você pode pensar. Eu já faço isso em um aplicativo de caderno / documento / notas / etc.

Ótimo! Isso tornará mais fácil. Mas vamos dar um passo adiante.

O que diferencia essa lista de pendências de uma lista comum é que você não está apenas armazenando tópicos, mas também adicionando detalhes a cada ideia.

 

Imagine o seguinte:

toda ideia de tópico de blog recebe sua própria entrada ou documento. Em seguida, juntamente com a ideia do tópico, você também anota pensamentos adicionais, pesquisas ou pontos de dados ali no documento. No momento em que você está pronto para escrever, você tem muito mais potencial de conteúdo do que uma ideia estranha que você escreveu há seis meses.

Isso faz toda a diferença.

Você pode criar um sistema de pendências com muitas ferramentas diferentes, todas gratuitas. Aqui estão algumas das opções mais populares:

Trello (grátis)

Tela do Trello em uso

 

Trello em ação

Em um novo quadro do Trello, crie uma coluna de idéias de tópicos de blog. Cada tópico recebe seu próprio cartão. Ao terminar e publicar os artigos, mova os cartões para uma coluna “Publicado”.

 

Google Drive (gratuito)

Crie uma nova pasta. Cada tópico recebe seu próprio documento. Ao terminar os artigos, mova os documentos para uma pasta “Publicado”.

 

Evernote (Grátis)

 

Crie um novo notebook. Cada artigo recebe sua própria nota. Mova cada nota para um bloco de anotações chamado “Artigos Publicados” ao publicá-las. (Esta não é a solução mais clean, mas se você já está usando o Evernote, também pode continuar!)

 

Como preencher sua lista com idéias de blog

Então você tem seu sistema de pendências configurado. Agora, é claro que precisamos conversar sobre o mais importante: ​​De onde vêm todas essas idéias de publicação no blog?

Se você preencher sua lista de pendências de uma só vez, poderá mantê-lo atualizado sem muito esforço extra. Mas precisamos preenchê-lo para começar.

 

Veja como criar tópicos de blog com alto potencial de sucesso:

 

Primeiro, esclareça seu público

Com frequência, ouço pessoas que pensam que não sabem o que escrever no blog, mas que na verdade não sabem com quem estão falando. Porque se você conhece seu público e sua oferta, as coisas tendem a se encaixar rapidamente.

É doloroso ver tantas pessoas (e empresas grandes!) perderem horas e milhares de reais em conteúdo que nunca terá um bom desempenho … porque não tiveram tempo para ter total clareza sobre quem estão falando e como eles os ajudam.

Você não precisa de um avatar de cliente sofisticado, mas deve ter uma ideia sólida do que seu público tem em comum. Por exemplo, meu público é principalmente empresários, profissionais liberais e futuros empreendedores. Todos eles querem formar uma audiência para poder vender seus produtos e serviços.

Reserve um tempo para definir isso, se você ainda não o fez. Na próxima seção, ensinarei uma maneira de pesquisá-los em um nível mais profundo.

 

Agora, você pode começar a debater tópicos

Você optou por um sistema de pendências? Você conhece seu público e sua oferta? BOA. Agora podemos chegar ao negócio de gerar idéias reais de postagem no blog.

Abaixo estão cinco técnicas principais de brainstorming que o ajudarão por por muito tempo. Use cada técnica para gerar novas idéias de blog e adicione-as diretamente ao seu sistema de ideias.

 

1. Pesquise seus pontos de dor e perguntas

Lembra do seu público que você definiu? Dois segundos atrás? Perfeito! É aqui que eles entram.

Entre no Facebook e pesquise grupos onde seu público-alvo está saindo. Se você é designer de sites para profissionais liberais, por exemplo, procura um grupo no Facebook para profissionais liberais.

Encontre alguns grupos. Entre. Você pode precisar se inscrever e ser aprovado.

Uma vez lá, na barra lateral, digite uma palavra ou duas que descreva o que você oferece. Continuando com o exemplo do web designer, você pesquisaria “website “ou” design” na barra lateral.

Se for um grupo decentemente grande, você encontrará uma mina de ouro de informações. Procure alguém que esteja falando sobre um problema ou desafio que esteja enfrentando ou faça uma pergunta e copie as palavras exatas em um documento de pesquisa.

Você pode executar um processo semelhante nas revisões de livros de livrarias online, da Amazon e até nos comentários nas postagens de outras pessoas.

Cada um desses desafios é um problema que você pode resolver em um artigo. E melhor ainda, use as palavras exatas (ou uma variação aproximada) como título do blog. Isso garante que o título prenda a atenção. Será exatamente o que seu leitor estava procurando.

Dica de bônus: pesquise um tópico no Google e role até o final para ver a área “pesquisas relacionadas”. Essas são consultas reais que as pessoas estão pesquisando. Você pode escrever uma resposta para algum deles?

 

2. Identifique seus valores e crenças sobre seu setor

Você pode ir longe apenas no conteúdo informativo. Mas se você está tentando criar uma marca, precisa mostrar um pouco de coração. Aqui estão algumas perguntas para você começar:

 

O que você acredita que contraria o que todo mundo está dizendo no seu setor?
Seja ousado! Mantenha uma opinião. Sempre se pergunte: eu concordo com isso? Ou existe uma maneira / ideia melhor que as pessoas devam conhecer?

 

O que você valoriza?
Essa é uma pergunta complicada e vaga, e é por isso que escrevi mais sobre Como definir os valores da sua empresa. Mas a verdadeira questão é: por que você faz o que faz? E por que você faz dessa maneira?

Todo valor ou crença que você tem (que está relacionada ao seu trabalho de alguma forma) pode inspirar um blog ou postagem em mídia social. E este é um dos melhores conteúdos de todos. Quando você defende algo em que acredita, algumas pessoas se afastam – mas o SEU público irá permanecer com você. É assim que você cria fãs delirantes.

 

3. Faça ótimas anotações sobre o que você lê

Lembra-se do ensino médio quando você teve que pesquisar para seus trabalhos de escola?

Meu professor mandou concluir toda a pesquisa primeiro e escrever fatos e citações em fichas, antes mesmo de começarmos a escrever. Escrever um artigo com 30 pequenos cartões de índice já cheios de informações fez a coisa toda muito mais rápida (e resultou em trabalhos muito mais fortes).

Então, sugiro o seguinte: sempre que ler algo, livro, revista, artigo… e encontrar alguma informação interessante, nova e que possa ajudar não só você, mas outras pessoas, anote em sua lista de ideias. Depois com calma organize estas ideias e separe em categorias. Aos poucos verá que além de reter mais informações interessantes, terá também mais ideias sobre o que escrever.

E caso precise ouvir: como proprietário de uma empresa, você deve ler livros de negócios. Sem dúvida, eles fornecem informações muito melhores do que artigos e são muito mais baratos que os cursos. Você quer expandir seus negócios? Comece a ler.

Se você trabalha no seu sistema de ideias e não lê nada há algum tempo, aqui estão algumas perguntas para você começar:

O que você aprendeu sobre sua indústria / área de especialização no último mês que pode ser útil para seu público-alvo?

 

Alguma ideia vem à tona?

O que você quer aprender sobre algo que também possa beneficiar seu público?
Escrever é a melhor maneira de aprender sobre algo.

 

4. Faça um balanço do que você sabe

Você mesmo já é uma mina de ouro de informações. Mas muitos de nós somos pegos pensando: “Mas todo mundo sabe disso!”

Não mesmo! Nem todo mundo sabe disso!

O que é um processo ou conceito que está funcionando para você?
Ensine o que você sabe.

Que lições você aprendeu da maneira mais difícil?
E, especificamente, como essas lições podem ajudar seu público-alvo?

Pense em você como uma avó / avô tentando transmitir um pouco de sabedoria aos jovens. Cérebros humanos amam histórias. Lembre-se do que você experimentou até agora. Lembre-se: você não precisa de anos de experiência para ensinar algo valioso.

 

5. Use suas ofertas para guiar seu conteúdo

O ultimo objetivo de um blog é desenvolver um relacionamento com seus leitores para que eles estejam prontos para comprar de você. Portanto, é incrivelmente valioso criar conteúdo que os ajude a entender seu trabalho e por que é importante.

Com quais informações alguém precisaria se familiarizar antes de contratar você?
Existem termos do setor que você pode explicar para eles? Processos específicos que merecem um resumo?

Que crenças ou medos eles podem ter que superar?
Se você é fotógrafo, alguns de seus clientes ficam muito nervosos. Portanto, alguns tópicos importantes podem ser “Como se sentir confortável em frente à câmera” e “O que vestir na sua primeira sessão de fotos”.

Crenças também são importantes de abordar. Você acha que muitas pessoas acreditam que você faz X, quando você faz Y? Eles acreditam que seu trabalho é valioso apenas em certos contextos? Essas são as coisas que você deseja abordar no texto do seu site, mas também pode ser útil criar conteúdo de blog.

O que seria útil para alguém DEPOIS de trabalhar com você?
Isso é especialmente importante a considerar se você se especializar em um serviço específico que você entrega.

 

Mantendo a lista de ideias do Blog Cheio

Se você seguir as perguntas acima poderá gerar uma lista robusta de idéias. Mas é claro que, na verdade, escrevê-los significa que sua carteira de pedidos diminuirá com o tempo.

Então, finalmente, vamos falar sobre os hábitos simples que manterão sua lista no topo:

 

Faça questão de ler livros regularmente

Obtenha um cartão de biblioteca. Comece a ler livros regularmente – e a tomar notas. Esta não é apenas uma boa prática de conteúdo; é uma boa prática de negócios. Por que aprender com seus erros quando você pode aprender com os erros dos outros?

 

Reserve um tempo para revisar a lista de pendências

Todas as sextas-feiras, tenho uma tarefa permanente na minha agenda chamada “Planejar conteúdo futuro”. Analisarei o que li na semana passada e verifico se há novas idéias de conteúdo. Em seguida, adicionarei datas de vencimento aos tópicos da minha lista de pendências que mais me empolgam em escrever a seguir. Eu posso até pensar rapidamente em alguns deles, ou escrever um pequeno esboço. Isso significa que, quando estou pronto para escrever, vou entrar com uma ideia clara do que estou escrevendo.

 

Adquira o hábito de adicionar novas idéias à medida que elas surgirem

Leu um artigo interessante? Ótimo! Como isso pode inspirar um novo blog próprio? Reserve 2 minutos para escrever uma ideia.

Tirou uma dúvida de um cliente? Melhor ainda! Outras pessoas provavelmente estão se perguntando a mesma coisa. Coloque-o na sua lista de ideias.

 

Cuide da sua lista de tópicos do blog e você nunca mais ficará sem palavras

Este é o segredo para criar conteúdo consistente. Está bem aqui. De graça.

A questão é: você vai usá-lo? Se precisar de uma mãozinha para construir seu blog, fale com a gente.

Precisa de um site para alavancar o seu negócio?

Obrigado por assinar nosso informativo

Seu site está perdendo clientes?

Receba dicas e artigos para melhorar o desempenho do seu site.

Seu site está perdendo clientes?

Receba dicas e artigos para melhorar o desempenho do seu site.

Associado da ACPA, seja bem-vindo.
Aproveite os descontos exclusivos pra você!

Como Associados da ACPA, estamos dando 20% de desconto na criação de sites, lojas virtuais e Chatbots para demais associados. Entre em contato conosco para conversamos.

Envie seus dados que entraremos em contato.