Entendendo o UX – User Experience [Experiência do usuário]

Você já deve ter ouvido falar em UX, experiência do usuário, e pode não ter entendido muito bem. Vamos abordar esse assunto de forma fácil, porém não tão profunda para que você entenda melhor do que se trata.

A grosso modo UX é a forma como o usuário vai interagir e responder a uma experiência que você propõe a ele, no nosso caso, em um website ou e-commerce.
Esse mesmo usuário pode gostar do seu site porque encontrou tudo o que procurava ou pode simplesmente desistir de continuar nele e sair, sem nem ao menos perceber o que fez com que ele não se sentisse bem no seu site.

Esse segundo cenário é muito ruim, pois faz com que ele simplesmente esqueça que esteve na sua página da internet.

 

Como melhorar a experiência do usuário em seu site

Algumas práticas são de extrema importância na hora de montar um site e fazer com que a experiência do usuário seja agradável e faça com ele queria permanecer no seu site e também indicar para outras pessoas.

 

Vamos comentar 3 pontos que são indispensáveis de pensar na hora de montar seu site.

1 – Seja direto: Às vezes queremos dar uma explicação muito grande para algo que vendemos antes de mostrar o que realmente vendemos. Isso é ruim. Coloque-se no lugar do seu cliente: Quando você chega em restaurante no horário do seu almoço, você quer que o chef lhe explique todos os motivos que fizeram ele escolher um determinado fornecedor de carnes ou você quer receber as opções que ele tem, escolher o prato e almoçar? Pois então, no seu site é a mesma coisa.

Quando seu cliente chegar, seja direto e mostre o que você tem, as opções que fornece e os valores. Facilitando a vida do usuário no seu site ele ficará com mais tempo para pesquisar mais, se quiser, sobre o que você está fornecendo.

2 – Sem cadastro: Essa provavelmente é uma das coisas que mais espanta usuários. Cadastros demorados e com muitos campos obrigatórios. Não há mais a necessidade de grandes comprovações de que alguém é alguém, outras empresas já fizeram isso como o Google e o Facebook.

Dê sempre preferência para cadastros usando as API’s dessas empresas onde se pede a confirmação dos dados de alguém. Além de ser rápido e seguro, isso incentiva o usuário a deixar seus dados para que você possa posteriormente fazer um trabalho de marketing direcionado.

3 – Esteja à disposição: Um Call Center é muito caro e direcionado para empresas grandes e gigantescas, logo você não vai conseguir manter um canal ativo com seu cliente, certo? Errado. Hoje temos opções como o Whatsapp comercial e ferramentas de chat online com aplicativos que permitem você ficar conectado no horário que você mesmo estabelecer e poder responder as perguntas dos clientes. Alguém pode pensar: “nossa, mas meu celular não vai parar de receber mensagem!”.

Na verdade não, o simples fato de ter alguém online para atender as dúvidas já passa credibilidade que você não está ali para brincadeira. Você terá sim perguntas no chat online, mas convenhamos que quanto mais gente falando com você mais o seu negócio é bem sucedido, mais receita você receberá e então poderá aumentar ainda mais a sua equipe.

Gostou do que leu? indique para seus amigos.

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on email
Compartilhe por email
Share on whatsapp
Compartilhe por Whatapp

seo, marketing digital e webdesign no seu email

Respeitamos seu email. Não gostamos de spam.

error: Conteúdo protegido!

Associado da ACPA, seja bem-vindo.
Aproveite os descontos exclusivos pra você!

Como Associados da ACPA, estamos dando 20% de desconto na criação de sites, lojas virtuais e Chatbots para demais associados. Entre em contato conosco para conversamos.

Envie seus dados que entraremos em contato.