Conteúdo

O que é o empreendedorismo tecnológico?

Com advento da indústria 5.0, não há como negar que diversos conceitos foram criados e formados ao longo destes últimos anos. Todos tendem a ser uma espécie de cone de sinalização, que direciona para conseguirmos compreendê-los melhor.

 

Neste texto, explicaremos mais sobre o empreendedorismo tecnológico, que dita regras no mundo atual e é o presente e o futuro. Ficou curioso e deseja compreender melhor tudo isso? Então, vem com a gente.

 

O que é empreendedorismo tecnológico?

O campo do empreendedorismo tecnológico está engatinhando quando comparado a outros campos, como economia, empreendedorismo e gestão. No entanto, podemos aproveitar os insights de trabalhos anteriores para criar uma definição mais clara da temática.

 

A definição formal deve ser valiosa para aumentar nossa compreensão de como o empreendedorismo funciona em uma empresa que investe em projetos interdependentes com os avanços da ciência e tecnologia.

 

Portanto, o empreendedorismo tecnológico é um investimento em um projeto que reúne e implementa indivíduos especializados e ativos, que estão relacionados aos avanços do conhecimento científico e tecnológico com o objetivo de criar e capturar valor para uma empresa, seja ela do ramo de tela fachadeira, moda, brinquedos ou qualquer outro.

Os elementos em que se baseia o empreendedorismo tecnológico:

 

  • Resultados finais: A criação e captura de valor são identificadas como dois resultados do empreendedorismo tecnológico porque essas fontes podem não ser as mesmas a longo prazo;
  • Alvo dos resultados finais: A empresa é identificada como a organização-alvo para a qual o valor é criado e capturado;
  • Mecanismo usado para entregar os resultados finais: O investimento em um projeto é o mecanismo para criar e capturar valor. Ele é um estoque de recursos, ou seja, indivíduos especializados e ativos, comprometidos em entregar os resultados finais por um período de tempo;
  • Interdependência deste mecanismo com os avanços científicos e tecnológicos: O projeto explora o conhecimento científico e tecnológico. Indivíduos e organizações externas e internas produzem os resultados do projeto.

 

E podemos ir além, com a ênfase de que o empreendedorismo tecnológico consiste em criar e capturar valor para a empresa por meio de projetos que combinam especialistas e ativos para produzir e adotar tecnologia.

 

Além disso, destaca a experimentação e produção colaborativa de novos produtos, novos ativos e seus atributos, que estão ligados aos avanços e aos direitos de propriedade dos ativos da empresa, bem como especifica que o conceito pode envolver projetos que buscam problemas ou aplicações para uma determinada tecnologia, lançam novos empreendimentos, introduzem novas aplicações e exploram oportunidades que dependem do conhecimento científico e técnico, desde que seu resultado seja criar e capturar valor para a empresa.

 

Enfim, mostra-se tão imprescindível quanto as câmaras de refrigeração para o setor de frigoríficos, ao esclarecer que também tem a ver com as práticas gerais de gestão usadas para operar empresas pertencentes a engenheiros ou cientistas.

 

Com tudo isso dito, é óbvio que vale a pena ficar atento ao conceito, e futuramente, ponderar inseri-lo para seu dia a dia e o de seus colaboradores. Gostou do conteúdo? Se gostou, não se esqueça de enviar para os seus amigos e compartilhar em suas redes sociais, até a próxima!

Precisa de um site para alavancar o seu negócio?

Obrigado por assinar nosso informativo

Seu site está perdendo clientes?

Receba dicas e artigos para melhorar o desempenho do seu site.

Seu site está perdendo clientes?

Receba dicas e artigos para melhorar o desempenho do seu site.