Conteúdo

3 ferramentas para verificar ataques de SEO negativo

SEO negativo é um conjunto de atividades destinadas a diminuir a classificação do site de um concorrente nos resultados dos mecanismos de pesquisa. Essas atividades podem incluir a construção intencional de spam, links artificiais e até hackeamento do mesmo.

 

Por essas e outras, devemos inserir etiquetas adesivas sobre o tema para compreendê-lo cada vez melhor. E há ferramentas que o auxiliam nessa questão. Quer conferir quais são? Então, continue com a gente!

 

Quais são as origens do SEO negativo?

O Google sempre fez o possível para identificar links suspeitos ao avaliar a autoridade da página da web. Originalmente, eles eram simplesmente ignorados. Mas diversos internautas tiraram vantagem do sistema, construindo e comprando milhares (às vezes milhões) de backlinks. 

 

Com essa corrida contra o tempo, a empresa decidiu fazer algo a respeito e, com a ajuda de outros softwares, têm tido sucesso. Confira 3 dessas ferramentas para ter no seu dia a dia!

 

1. Link Farm

Geralmente, um único link de spam (mesmo que seja em todo o site) não seria capaz de reduzir a classificação de um site. É por isso que SEO negativo normalmente envolve links de um grupo de sites.

 

Sendo assim, o Link Farm é um hub de sites interconectados. Começando como uma técnica de Black Hat, eles costumavam se vincular para aumentar a popularidade do link das páginas de cada site.

 

Você pode comprá-los para aumentar o PageRank do seu próprio site. Um exemplo de um link farm é um PBN (rede privada de blogs) – criados especificamente para construção dessas conexões. 

 

A maioria dos PBNs é composta de domínios expirados, o que significa que os sites, geralmente, acumulam alguns backlinks e autoridade no momento em que se tornam parte de um PBN.

 

2. Scrapers

Outra técnica de SEO negativa é falsificar conteúdo duplicado. Envolve extrair o conteúdo e copiá-lo para outros sites. Pode ser feito várias vezes e até como parte dos farms de links discutidos acima.

 

Você provavelmente sabe que a atualização Panda do Google foi projetada, em parte, para detectar e combater a duplicação de conteúdo. E quando o Google os encontra em vários sites, geralmente escolhe apenas uma versão para classificar. 

 

Ou seja, se escreveu algo sobre usinagem de peças e há diversas cópias, corre-se o risco do proprietário da matéria não ser rankeado.

 

Você esperaria que o Google fosse inteligente o suficiente para identificar a fonte original do conteúdo e, na maioria dos casos, eles são. A menos que a cópia seja indexada antes do original.

 

3. Fake Reviews

Assim como links de boa qualidade, as críticas significam muito. Uma quantidade excessiva de negações não é apenas ruim para os rankings do seu mecanismo de busca local; como para os negócios. 

 

Mas as avaliações são relativamente fáceis de manipular e podem ser a primeira coisa que um concorrente invejoso tentará fazer, seja relacionado ao setor automotivo, de bomba centrífuga ou qualquer outro.

 

Gostou do conteúdo? Se gostou, não se esqueça de enviar para os seus amigos e compartilhar em suas redes sociais, até a próxima!

Este artigo foi desenvolvido pela equipe do Soluções Industriais

Precisa de um site para alavancar o seu negócio?

Obrigado por assinar nosso informativo

Sua mensagem está a caminho!

Enquanto isso, veja dicas e informações em nosso BLOG.

Seu site está perdendo clientes?

Receba dicas e artigos para melhorar o desempenho do seu site.

Seu site está perdendo clientes?

Receba dicas e artigos para melhorar o desempenho do seu site.